Category Archives: Não classificado

Aviso a navegantes. Recibido por e-mail

Padrão

ENRÉDATE NA REDE.Varios artistas galegos danse cita este venres, día 8, no Teatro Principal de Santiago de Compostela,

nunha festa de apoio á Rede de Acción Socio-Cultural Arredemo. A festa ten por obxectivo

recadar fondos para o novo proxecto do Portal de Comunicación Arredemo, portal de

información libre e independente ao servizo do tecido socio-cultural do país, e contará coa

presenza de Quico Cadaval, Narf, Chévere, Clara Gayo, Pista Catro, Os da Ría, e Carlos

Santiago.

Durante a festa darase a coñecer a Asociación que dá base ao Portal, e que ofrece distintos

servizos a persoas e colectivos do eido socio-cultural, como o aloxamento de webs, a libre

distribución de creacións artísticas e o desenvolvemento de proxectos sociais e culturais.

A Rede de Acción Socio-Cultural Arredemo presenta así públicamente o seu terceiro proxecto,

despois de case catro anos de actividade, nos que se constituiu como unha referencia dentro

dos movementos sociais e culturais galegos. A festa é o primeiro acto dunha campaña

destinada a impulsar a creación do novo Portal de Comunicación, xa en fase de deseño e

construción, e conta coa participación desinteresada dos artistas convidados. No Teatro

Principal a partir das 21 h.

Entrada 5 Euros
Venres 8, 21:00h no Teatro Principal

http://arredemo.info

Difunde por favor esta mensaxe,  para que o venres 8 esteamos todos e todas no Teatro.

¡Adiante Arredemo!

O escunchador II muda de endereço

Padrão

A voltas com estes lios técnicos da aranheira, e como quer que os últimos posts não saim na portada da Blogaliza, dei em matinar que tal vez seja por ter duplicado o nome do blogue em dous sítios e o senhor Gregório, digo Gregarius, tolea com umha mulherinha da Costa da Morte ignorante em tecnologia mas amante da comunicação e teimuda coma mim.

Desde hoje, o blogue sobre Barna, os músicos ravaleiros, os okupas e demais fauna barcelonina, fica neste novo endereço:

http://historiasderavaleiros.blogspot.com/

Espero que disfrutedes se passades por alí.

Iberia.com

Padrão

Ja lhe vale aos de Iberia…Como se passão…! Este ano queremos ir a Vimianço com duas amigas rifenhas-mãe e filha- Tinhamos pensado fazer coma cada ano, ir até Melilia no carro e logo colher um avião a Santiago, via Madrid ou Málaga.

O dia quince deste mes, quando resolverão o das visas das nossas amigas no Consulado de Nador, entro na página de Iberia.com para mirar unmhas passagens para os quatro-tres adultos e umha nena de once anos-.

O prezo das passagens-só de ida- !MIL EUROS…! Incrível… E outros mil para volver, como é de supôr…

Trata-se de escolher. Ou deixar aquí às amigas, ou ir no carro cruçando todo o Rif, o estreito até Algeciras, durmir lá, logo ir a Sevilla, a Huelva e tirar por Portugal…Dous dias de trompoloutrõu…E não poder chegar ao Asalto ao Castelo. Chegar, sim. Mas depois de dous dias de batedora, quem vai ter gana de asaltar nada…
Tudo é porque em Melilia só opera Iberia, a través da sua companhia Air Nostrum.Os residentes tem um desconto do 30% nas suas passagens e os demais, a pagar o que queirão pedir…Os rifenhos que vem a Espanha em Iberia sõu os ricos, claro.

Logo, depois, tem ofertas a 10 euros a París, ou a Londres…Polo preço de ir e vir a Melilia, podes chegar a Punta Cana e ainda che alcanza para o hotel…

Decerto que a lei da oferta-demanda é umha toleria…E eu queixo-me mas não dependo desse facto para manter a minha vida. È apenas umha incomodidade. Quantos casos há no mundo nos que a simpática lei capitalista é questão de vida ou morte…

Mas… que mais tem. Na propaganda saem as marabilhosas ofertas e planos de ajuda, e as ongs -que vem ser as ofertas da ajuda internacional- e tudos bem contentos…

O escunchador escuncha nas espigas da memória

Padrão

, agora, no mes de maio, os mares de milho de Vimianço, ondeando no vento que vem de além os penedos de Pasarela…O milho cencenado, coas espigas barbadas, movendo-se em ondas…Quantas veces eu sonhei navegar na minha barca, remando polos mares de milho, ti e mais eu, co nordés de popa…!As marés de milho e de erva para cortar…E o mar salgado , o sonho do além, que pode arrecender-se de tão perto…E

barra%5F105