Tag Archives: deuses

Há filhos de muitas mães

Padrão

Era um dito da minha avoa para explicar que cada pessoa é umha realidade diferente e que nunca podemos conhescer totalmente aos demais partindo das próprias referências.

Vou vos pôr um exemplo:

O outro dia, dia de Santos, fum ao campo-santo, como já vos contei.

Iamos a minha irmã, as rifenhas, o Suso, Cuquinho, o nosso cancinho de raça “cruzada” segundo os apontamentos do veterinário e mais eu.

Quando chegamos, era noitinha e o campo-santo era como umha silveira en flor cheia de velhinhas de fazer o caldo vermelhas. Eu senti-me transportada ao passado da infáncia feliz.

Pois entramos para adentro, todos e o cancinho com nós, dando-lhe ao seu rabinho muito contento.

De súpeto, aparez um homem duns trinta anos-podia ser meu filho, pola idade- vestido de gris e umha tira branca no pescoço e, olhando ao cão diz:

-Este perro!

E logo:

-Es suyo este perro?

-Sim. É meu

-No sabe usted que los perros no pueden entrar aquí?

-Não, eu não sabia. Como são criaturinhas de deus…

-Criaturas de Dios! Le gustaría a usted estar en una perrera?

-Depende…Do que há fóra.

O Suso foi embora com o cão e o tipo marchou a toda présa, antes de que puidesse explicar-lhe o de São Francisco de Assisi .Ou o de São Roque, e o seu cancinho que lhe lambia as chagas colhidas por ajudar aos leprosos.

Também lhe podia falar do respeito que merecem as pessoas maiores, quando te diriges a elas. Se for meu filho, ia levar umha berradura antológica.

Seica é o novo cura de Vimianço.

18.gif

Muharram e ashura

Padrão

pic_islam.jpg

Hoje tocou-me vigiar no pátio na hora do recreio, e fui um pouco bulideira a cousa, porque aginha se celebrará o dia da Ashura, que para os muçulmanos chiís é um dia de dó e peniténcia e, pola contra, para os sunnitas, coma os meus vizinhos, é dia de lhe fazer agasalhos aos meninhos e de molhar à gente com vexigas cheias de água- esto não tem a ver nada com a religião- .Também é umha tradição que, em este dia, as mulheres cortem um cachinho da sua cabeleira e a ponhão na terra, regada com água, para que o cabelo colha força.

No meu turno de vigiáncia, coincidi com Ahmed, e falamos sobre temas da religião muçulmana, e do paganismo anterior, de onde bebem todas as religiões actuais.

Ele explicou-me que o nome de Muharram, significa: Haram: Proibido e outra palávra que não lembro que significa: Violéncia.

O mes de Muharram, era um dos tres meses do calendário pre-islámico nos que ficava proibida a guerra e as liortas.

Muharram, Safar, Rajab e Sa`ban, erão os messes nos que a gente ia à Meca para pregar aos deuses pagãos de toda a península arábiga.

A fim de que ficasem tranquilos e vinhesem, as duas famílias de comerciantes mais poderosas da cidade, instaurarom a lei que proibia a violéncia em essas datas . Assim podião pregar e, de passo, mercar e dar-lhe circulação às mercadorias.

Onte convidou-nos Hayat a jantar cus-cûs na sua casa. Celebramos a entrada do ano com ela, suas irmãs, a filha, e meia dúcia de amigas mais.

Um auténtico gineceo, onde o Suso se atopava algo estranho e rosmom.

islam05.jpg

IV

Padrão

O quatro meses que ainda faltão, não tem associadas árvores, mas arbustos, e plantas de menos porte.

A videira:

Do 2 ao 29 de Setembro. Letra: Muin . O M. Divindade Sadv. Ideia: A exaltação. Color: Jaspeada. Ave: Galinha. Número: 10

grapes.jpg

>
A Hedra:

180px-Hedera_helix_murgr%C3%B6na.jpgDo 30 de Setembro ao 27 de Outubro. Letra Gort. O G. Divindade: Palu, a deusa gata. Ideia: A intoxicação. Color: azul. Ave: O cisne mudo. Número: O 11.

O Junco:

:junco.jpg

Do 28 de Outubro ao 24 de Novembro. Letra: Ngetal. Equivale a Ng. Divindade: Gwyn. Ideia: Morte. Color: Verde clara. Ave: Ganso. Número: O 12.

O bieiteiro:

Do 25 de Novembro ao 22 de Decembro. Letra: Ruis. R. Divindade: Cailleach. Ideia: Renacemento. Ave: A gralha. Color: Vermelha do sangue. Número: 13

Estas são as árvores do calendário celta. Trece árvores e arbustos cargados de significado para os trece meses do seu calendário lunar-solar.

Faltão as cinco àrvores das cinco vogais, para completar o alfabeto de 18 letras.

Manhã, que hoje é tarde e hà que durmir.

III

Padrão

Carvalho:

Do 10 de Junho aoo 7 de Xulho. Letra: Duir. O D. Divindade: Dagda . Ideia: Poder. Color: Negra. Animal: O único que não é ave: O abadejo. Número: O 7

Acivro:

Do 8 de Julho ao 4 de Agosto. Letra Tinne. T. Divindade: Cu-Chulainn. Ideia: Heroismo. Color: Gris escuro .Ave: O estorninho. Número: O 8

A abelaira:

Desde o 5 de Agosto ao 1 de Setembro. Letra Coll .O C. Divindade: Mannanan. Ideia: O conhecemento. Ave: A cegonha. Color: Castanha. Número: O 9

dd-mannananW.jpg

As árvores no calendário celta II

Padrão

O abeneiro:

Mes: Do 17 de Março ao 14 de Abril. Letra: Fearn, o F latino. Divindade associada, Bran. Ideia: Força. Color: Carmesim. Ave: A gaivota. Número: O 4.

bran.jpg

84-261-3230-8img3.jpg

O salgueiro:

do 15 de Abril ao 12 de Maio. Letra associada: Saille, o S latino. Divindade: Arianrhod. Ideia: Enfeitiçamento. Color: Colorado. Ave. O falcão. Número. O 5


PICT0539

Pirliteiro:

Do 13 de Maio ao 9 de Junho. Letra Huath, o H. Divindade: Olwen. Ideia: Fertilidade. Color: Púrpura . Ave: O corvo. Número: O 6

corvo.jpg

As árvores no calendário celta

Padrão

O calendário celta, tinha trece meses, asociados a trece árvore ou arbustos.
Essas mesmas árvores tinhão associada umha divindade e umha letra do alfabeto, umha color , umha ave, um número e umha ideia .
Assim:

Bidueira .

A Bidueira tava associada com o primeiro mes, que se corresponde com o calendário gregoriano actual, do 24 de Decembro ao 20 de Janeiro. A letra gaélica associada era Beth, que se corresponde com a B do alfabeto latino: O número 1, a divindade, Ceridwen, a ideia, O Princípio, a cor, branca, a ave, o faisão,

zrcadleni.jpg

Capudre :

A letra Luis, que corresponde ao L , o mes, do 21 de Janeiro ao 17 de Fevereiro, a deusa Brigit, a ideia, a Mágia, a ave, o parrulo, a color, gris, e o número 2

Freixo:

Letra Nion, que corresponde ao N ,mes desde o 18 de Fevereiro até o 18 de Março, divindade,Gwydion, ideia, O saber, color, clara, ave, a becasina, e número, o 3

Manhã seguiremos com as árvores que correspondem aos três messes que seguem.